terça-feira, 25 de setembro de 2018

6ª CNSI: Aldeia Ofaié em MS realiza Conferência Local de Saúde Indígena 2018

IMG_20180906_095345.jpg

As Conferências Locais de Distritais, será os preparativos da 6ª Conferência Nacional de Saúde Indígena, programada para acontecer em maio de 2019 em Brasília (DF).

Saúde IndígenaBrasilândia, MS – A Aldeia Ofaié, localizada no município de Brasilândia, distante média de 380 km da capital realizou na véspera do feriado, dia 06 de Setembro, a 4ª Conferência Local de Saúde Indígenas. O evento foi realizada no Centro Cultural Xahta Xehita-xa, dentro da Aldeia Ofaié. Esta foi a primeira das 15 conferências locais programadas para acontecer em Mato Grosso do Sul em 2018. As conferências locais, estão prevista em regimento editado pelo MS (Ministério da Saúde), este que será responsável pela organização da 6ª CNSI (Conferência Nacional de Saúde Indígena). A mesma foi convocada pela PM (Portaria Ministerial) Nº 1.730, publicada no Diário Oficial da União dia 14 de Junho de 2018.

Saúde IndígenaEsta edição da Conferência Nacional de Saúde Indígena, tem por objetivo discutir entre as aldeias, uma política diferenciada que venha atender as demandas relacionada a Saúde para população Indígena geral. A  CNSI está prevista para ser realizada nos dias 27 a 31 de maio de 2019. Assim as etapas locais e distritais devem acontece até 31 de dezembro de 2018 em todos os Estados brasileiros. As informações constam no DOU Portaria Nº 1.730.

A Conferência

A 6ª CNSI, ocorre em um momento político crítico no país, em um período de crise em todas as áreas. São muitas as iniciativas contraria, especialmente relacionadas a cortes nos investimos públicos. Assim refletindo para o enfraquecimento de direitos dos Povos Indígenas. Neste sentido, um dos pilares da 6ª Conferência Nacional de Saúde Indígena será a defesa da saúde como direito de todos. Uma vez que só poderá ser garantida pela manutenção e fortalecimento do SUS.

Entre os objetivos da conferência está a atualização da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas. Esta que foi publicada em 2002, para redefinir as diretrizes. Assim efetivar as particularidades étnicas e culturais no modelo de atenção à saúde dos Povos Indígenas. A conferência, que tem como tema central “Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas: atenção diferenciada, vida e saúde nas comunidades indígenas”, deverá reunir média de 1.500 mil participantes só em MS.

Participação

Na aldeia em Brasilândia participaram mais de 30 pessoas. Entre elas autoridades Municipais, Lideranças, Professores e comunidade local. Além de servidores que compõe a comissão de organização do Dsei-MS (Distrito Sanitária de Saúde Indígena), estavam presente a Secretária Municipal de Saúde de Brasilândia senhora Adeliza Maria Santos Abrami; A Presidente do Conselho Municipal de Saúde senhora Carmen Esmelinda Irigojen Olmedo Galiani; O defensor publico Dr. Giuliano Estefan, Cacqiue Marcelo Souza. Além do secretário do Condisi Fernado Mamede, Dsei/MS Maristela Farin representando o Coordenador Distrital Fernando Souza e representante da prefeitura municipal.

Saúde IndígenaForam eleitos quatros delegados que representaram a Aldeia Ofaié e o Polo Base de Brasilândia na Conferência Distrital de MS.  Assim dividido; No segmento de usuários: José de Souza e Maria Aparecida Lins Souza (titulares), Fernanda da Silva (suplente); Segmento de Trabalhadores: Rosalina Martins de Souza (titular) e Josiel de Souza (suplente); e no segmento de Gestor: Monir Prudêncio de Oliveira (Titular), Coordenador do Polo Base local.

O documento orientador, irá nortear as discuções locais, distritais e nacional, com a atenção voltada para a 6ª CNSI. Está que foi aprovado na 306ª Reunião Ordinária (RO) do Conselho Nacional de Saúde (CNS), realizada nos dias 6 e 7 de junho 2018 em Brasília (DF).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − oito =

Top