sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Aldeia Aldeinha é privilegiada com atendimento da Ação Social Saúde e Alegria nos Sertões.

DSC05136.jpg

Fotos: Subsecretaria de Políticas Públicas para População Indígena - SCC/MS

Durante a 25ª edição histórica do Rally dos Sertões. Que passou por três Estados: Goiás (GO), Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (Sul). Entre os dias 19 à 26 de Agosto. A Ação Social Saúde e Alegria nos Sertões atendeu oficialmente as cidade de Santa Terezinha de Goiás (GO) Alto Garças (MT), a Aldeia Limão Verde no município de Aquidauana (MS). Estas Foram atendida dentro da sexta etapa da competição. Quem foi privilegiada dentro da sexta etapa da competição off road com o atendimento especial da equipe S.A.S Brasil foi a Aldeia Aldeinha, localizada no município de Anastácio.

 

A Aldeia Aldeinha ganhou um prêmio do Rally ao receber o atendimento do S.A.S Brasil. No último momento, antes de fechar o roteiro. A indicação foi feita pela SPPPI-MS (Subsecretaria de Políticas Públicas para Populações Indígenas de MS). Através da Subsecretária Silvana Terena. Já nos primeiros preparativos. A Aldeia recebeu a equipe, no dia 23 de julho para a triagem dos pacientes. Onde foram atendidos 70 pessoas com coleta do exame de Papanicolau, cultura híbrida para identificar HPV, também fizeram treinamento com professores e agentes de saúde com as Técnicas de Teste de Acuidade Visual para identificar problemas visuais em crianças em idade escolar.

Com a triagem, iniciaram-se os pré-atendimentos com duas especialidades: oftalmológica e ginecológica. No último dia 26, foram concretizados os atendimentos com médicos especialistas. São eles oftalmologia, ginecologista, odontologia e dermatologia, totalizando quatro especialidades, além de palestra para a saúde bucal, da mulher e muita brincadeira com a Tenda da Alegria, a exemplos da aplicação da “Superfórmula”, onde super-heróis, voluntários reuniram com as crianças para tomarem o vermífugo albendazol, modo divertido e saudável de se prevenir contra doenças.

 

O atendimento na Aldeia Aldeinha ocorreu das 8h às 12h. Segundo a organização e as Lideranças local foram atendidas média de 200 pessoas que receberão atendimento médico. De acordo com o Cacique Flávio Pereira Martins,  a deficiência no atendimento da saúde através do SUS (Sistema Único de Saúde) e a falta de alguns especialistas na rede municipal de saúde, muitos pacientes esperam dias em filas para serem atendidos. A ação social na Aldeia foi muito boa, pois a saúde é prioridade para seu Povo. “Nós tivemos oportunidade de atender o nosso Povo, tanto Indígenas como não Indígenas, ficamos satisfeito com tudo que acontece no dia de hoje”, disse o Cacique Flávio.

A professora Ana Lucia, avalia como positivo o atendimento na aldeia. Pois a fila do SUS demora muito devido a grande demora. Segundo ela a comunidade necessita muito de atendimento especializados. Ela disse que deveria acontecer a ação pelo menos a cada semestre. Pois a grande demanda por cardiologista e pediatra. Pois tem poucos profissionais na rede municipal de saúde. “Os exames demoram para serem feitos. Chegamos a demorar mais de 4 meses na fila de espera para fazer uma mamografia. A ação vem contribuir para suprir estas demandas, esta excelente” disse Ana Lucia. O Vice-cacique Jessé Nimbu, lembra que já teve outras ações voltadas a saúde. Diz que está superou as outras, pela estrutura e pela atendimento dos profissionais envolvidos, é de qualidade e são atenciosos, avaliou o Vice-Cacique Nimbú.

 

Segundo as lideranças, já estão em conversa com a coordenação da S.A.S Brasil para realizarem outras ações iguais. Com o objetivo de dar continuidade aos atendimentos com os pacientes que os diagnósticos indicam acompanhamentos. Na avaliação da Coordenadora da S.A.S Brasil, Dra. Adriana Mallet Toueg, há uma demanda muito grande na área de oftalmologia e o objetivo é reunir forças com outros parceiros para voltarem com os atendimentos e novas ações com nas comunidades indígenas.

 

 

Todos os pacientes que foram atendidos ganharam óculos. Ele terão um cadastro na ação social, pois tem como objetivo buscar apoio de alguma maneira para que no futuro possam realizar novas ações. Assim garantir às crianças em idade escolar a reposição dos óculos a cada ano. Os pacientes que foram operados de câncer de colo de útero e de pele terão as biópsias enviadas aos laboratórios parceiros. A exemplo do hospital do Câncer de Barretos. Assim para a realização de estudos anatomopatológica e analisarem se as lesões foram curadas. Assim, iram gerar um prontuário que será anexado a ficha do paciente no SUS. O compromisso da ação é encerrar o atendimento e encaminhar os pacientes que necessitarem ainda de algum tipo de acompanhamento pós-cirurgias. A maioria dos casos são solucionados ainda durante a ação, esclareceu a Dra Adriana.

A Ong S.A.S Brasil (Saúde, Alegria e Sustentabilidade).

A Ong S.A.S Brasil,responsável pela a Ação Social Saúde e Alegria nos Sertões acompanha o Rally dos Sertões, há 5 anos, é considerada umas das maiores ações sociais do Brasil em sua especialidade ,levando atendimento voltado a saúde, lazer e, principalmente, alegria por onde o rally passa. Este ano a expedição da S.A.S Brasil reuniu um de seus maiores contingentes em uma única ação, totalizando 42 voluntários, entre médicos, enfermeiros, assistentes sociais, engenheiros, arquitetos, advogados agentes de esporte entre outros colaboradores. Sua fórmula simples, reunir profissionais qualificados e dispostos a compartilhar o melhor de si com pessoas que vivem em diferentes realidades.

 

A equipe de voluntários realizaram vários atendimentos como. Triagem da saúde da mulher, com coleta de exames e realização de biópsias; cirurgias curativas para lesões iniciais do câncer de colo de útero; triagem de câncer de pele; atendimento odontológico; atendimento pediátrico; e vermifugação de crianças; orientação jurídica para mulheres sobre violência doméstica e também entrega de óculos de grau para crianças em idade escolar. Nesta edição o S.A.S Brasil conta com apoio de. Amigo H, braço da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Da Roche Farmacêutica, Dunas, Hospital de Câncer de Barretos e Red Bull Amaphiko, Govermo do Estado MS, SCC (Secretaria de Cultura e Cidadania), SPPPI/MS (Subsecretaria de Políticas Publicas para População Indígena MS), DSEI-MS (Distrito Sanitário de Saúde indígenas) Secretaria Municipal de Saúde e Prefeitura Municipal de Anastácio, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + quatro =

Top