segunda-feira, 19 de agosto de 2019

71° SBPC:“Ninhos de língua” podem ajudar combater a perda das línguas indígenas

1234-1024x499.jpeg

Foi realizada na teça-feira (23/07), durante a SBPC Afro e Indígena. A conferência “O ninho de língua Kaingang da terra indígena Nonoai”.

Campo Grande, MS – Ministrada pela pesquisadora Marcia Nascimento Kaingang, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); a conferência mostrou quais são as línguas indígenas em risco de extinção. Os perigos desta perca identitária e apresentou o método ninho de língua; quando os nativos percebem que a língua está se perdendo, colocam as crianças para conviverem com os avós e demais idosos, para se acostumarem a falar e ouvir na língua do seu povo.

“Os ninhos de língua são um sistema de educação infantil que trata da transmissão intergeracional da língua. Quando um povo ou comunidade está com a língua enfraquecida, está perdendo a língua e ela corre risco de desaparecimento. Assim as famílias levam as crianças para a convivência dos avós, para desde cedo estarem expostos a ela e a adquirirem da forma mais natural possível. A importância desta iniciativa para o Brasil se dá porque todas as línguas indígenas do país são consideradas em perigo de desaparecimento pela Unesco”, explica Marcia.

A jornalista Gabriela Coniutti foi uma das expectadoras da atividade. Ela conta que temas sobre os povos indígenas sempre despertaram seu interesse, devido a relevância social. “Participar da conferência foi extremamente esclarecedor. Pois ao longo da conversa pontos importantíssimos para a proteção da cultura indígena foram citados. O trabalho realizado pela professora e sua equipe é muito necessário para as novas gerações de indígenas. Ter contato com a sua terra, língua originária e costumes os ajudam a continuar resistindo, e levantar essas questões é imprescindível”, afirma.

Fonte: Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =

Top